Você já deve ter ouvido falar que, dentro de uma indústria ou empresa, a segurança dos seus funcionários – e até mesmo a sua – é assunto primordial, não é mesmo?

Hoje em dia, para ajudar a melhorar as opções e as formas de segurança das indústrias em geral, existem alguns produtos e serviços que podem ajudar. E tem mais: produtos esses que podem estar incluídos no conceito de automação industrial, principalmente se servir para ajudar a empresa e a indústria como um todo.

Como é o caso de uma cortina de luz.

A cortina de luz aplicada a segurança é um método avançado de proteger pessoas que trabalham diretamente com máquinas que apresentam risco ou perigo de acidente. Neste sentido, a cortina de luz de segurança oferecem liberdade, flexibilidade e redução da fadiga do operador quando a comparamos aos métodos tradicionais de proteção, como barreiras mecânicas ou portas deslizantes.

Ao reduzir a necessidade, quando aplicável de proteções mecânicas, as cortinas de luz de segurança simplificam as tarefas de rotina, como a operação e setup, manutenção e reparo da máquina.

Por isso que, hoje, nosso artigo é sobre a cortina de luz e sua aplicação nas indústrias. Acompanhe!

 

Como Funciona a Cortina de Luz?

Em linhas gerais, um transmissor fotoelétrico projeta uma matriz de feixes de luz infravermelha sincronizada e paralela para uma unidade receptora. Quando o emissor e receptor está instalado e funcionado e um objeto opaco interrompe um ou mais feixes no campo de detecção, a lógica de controle da cortina de luz  envia um sinal de parada para a máquina protegida.

A unidade transmissora contém diodos emissores de luz (LEDs) que emitem pulsos de luz infravermelha invisível ao olho humano quando a cortina de luz está energizada. Os pulsos de luz são sequenciados com um LED sendo energizado após o outro e modulados (pulsados em uma frequência específica).Cortina de Luz

Fototransistores e circuitos de auxílio correspondentes na unidade receptora são projetados para detectar apenas o pulso específico e a freqüência designada para ele. Essa técnica oferece maior segurança e rejeição de fontes de luz externas. A lógica de controle, os controles do usuário e os indicadores de diagnóstico podem estar contidos em um gabinete separado ou ser colocados no mesmo invólucro que o sistema eletrônico do receptor.

Nessa caso, a cortina de luz  possui o que chamamos de confiabilidade de Controle atendendo a requisitos e Normas de Segurança e Saúde Ocupacional (OSHA), Instituto Nacional Americano de padrões (ANSI) para a ANSI B11.19-2003 relacionada à segurança. No brasil a Norma que rege a segurança de máquinas é a NR12. Na norma americana, existe uma subcláusula (3.14) que define a confiabilidade de Controle como “a capacidade do sistema de controle da máquina, a proteção,

ou outro componente de controle e interface que visa atingir um estado seguro em caso de falha em suas funções relacionadas à segurança.”

Ao contrário dos sensores ópticos, a cortina de luz de segurança usa um circuito de autoverificação para monitorar a cortina quanto às falhas internas. Assim, se uma falha interna for detectada, a cortina de luz de segurança envia imediatamente um sinal de parada para a máquina protegida. A cortina de luz entra, então, em uma condição de bloqueio e somente após a substituição do componente defeituoso e uma reinicialização apropriada, a cortina de luz será restaurada para a condição de operação. Saídas de segurança redundantes são outro exemplo de monitoramento de segurança.

 

Aplicações Típicas da Cortina de Luz

Proteger o operador dos perigos associados ao posicionamento de um objeto ou quando um processo é realizado é chamado de proteção do ponto de operação. O ponto de operação é freqüentemente chamado de zona de operação perigosa ou ponto de estrangulamento. Este tipo de proteção está associada a prensas hidráulicas, prensas de moldagem, estampagem, moldagem, rebitagem, ilhas robotizadas e maquinário de montagem automatizada. A cortina de luz usada nessas aplicações costuma a ser especificada com a finalidade de proteção de dedos e mãos.

Além disso, a chave de reinicialização da cortina de luz deve estar localizada do lado de fora e dentro da visibilidade da área protegida para evitar a retomada inadvertida do movimento da máquina. Quando temos plicações de proteção de perímetro normalmente utilizamos cortina de luz para proteção de corpo.Cortina de Luz
As proteções de perímetro protegem o perímetro ou limite definido por uma máquina, robô ou outro equipamento. Nessas aplicações, a cortina de luz geralmente é selecionada para detectar a presença de pessoal e sinalizar o controlador da máquina a fim de evitar condições perigosas enquanto o pessoal estiver presente dentro da área protegida.

 

Cortinas de luz de segurança para todas as áreas de aplicação

Com as cortinas de luz de segurança, você protege tanto os funcionários como a mercadoria produzida – de forma segura, eficiente e econômica. Um campo de proteção invisível com raios infravermelhos protege as áreas perigosas. Se um feixe de luz for interrompido, isso acionará imediatamente um comando de desligamento seguro.

A cortina de luz atende ao grau de proteção indicado nas carcaças de proteção, podendo ser aplicada em ambientes úmidos sujeitos a elevados requisitos higiênicos. Os espelhos permitem a fácil conversão dos feixes de luz, garantindo um campo de proteção maior sem a necessidade de outras barreiras de luz. Graças às colunas de proteção, as nossas cortinas de luz de segurança estão protegidas também contra choques, colisões ou vibrações em ambientes industriais adversos.

Cortina de Luz