Desde de seu descobrimento que a energia elétrica tem sido cada vez mais e mais fundamental. Nos dias atuais os benefícios são incontáveis, basta pensar nos transtornos que a falta de energia provoca sem ser preciso enumerá-los porque se você parar para refletir nesse exato momento sobre o que aconteceria se ocorresse uma interrupção no fornecimento de energia, chegaria a conclusão de que, certamente, tudo ao seu redor (as pessoas e os trabalhos a serem por elas executados) iria, simplesmente, parar.

Energia elétrica é fundamental, mas não pode ser consumida sem uma metodologia, ou seja, são precisos mecanismos capazes de controlar quando ela deve ou não funcionar e de que modo.

Sempre que falamos de energia elétrica, vêem a nossa cabeça os grandes riscos que mexer em uma rede elétrica pode acarretar. Justamente por isso, quando trabalharmos com peças e ferramentas que servem para manutenção, reparação, ou mesmo para auxiliar na troca de uma peça de nossa rede elétrica, devemos ter em mente que todo cuidado a pouco.Chave Seccionadora

Isso porque, primeiramente, devemos sempre possuir peças de qualidade, para garantir que a troca seja sempre mais exata e sem erros. Por isso, você precisa de uma chave seccionadora para a sua rede elétrica, uma vez que esta é a peça chave para conseguir desconectar o fluxo de energia para que seja possível uma manutenção, restauração, ou mesmo remoção de alguma peça para sua troca.

Podemos dizer, também, que a chave seccionadora é conhecida como Cortina de Luz ou Barreira de Segurança, onde ambos os termos, as indústrias conhecem e também procuram por soluções aplicadas diretamente para as suas empresas.

Hoje, neste artigo, falaremos um pouco mais sobre esses mecanismos, especificamente sobre as chaves seccionadoras. Acompanhe!

 

O que é uma chave seccionadora?

Uma chave seccionadora é um interruptor de desativação que tem a capacidade e interromper a energia para um circuito elétrico ou a um grupo de circuitos elétricos. As chaves seccionadoras, também chamadas de interruptores de desconexão, são usadas em uma grande variedade de configurações, e são empregadas como dispositivos de segurança que desenergizam circuitos para que as pessoas possam trabalhar com eles de forma segura.

Os dispositivos de segurança elétricos são tão úteis quanto a sua manutenção e os procedimentos de segurança em torno, e um interruptor de desativação deve ser utilizado apropriadamente, a fim de ser eficaz.

Um exemplo comum de um cenário em que estes interruptores são usados está na distribuição de energia. A chave seccionadora pode ser aproveitada para gerenciar a rede de distribuição, para mudar cargas em toda a rede, para interromper a energia enquanto a manutenção ocorre e para desligar uma área da rede se uma ameaça à segurança surge. Um interruptor de desconexão é geralmente usado com um sistema de bloqueio, em que o interruptor é bloqueado após ser ativado, de modo que ele não possa ser acidentalmente ligado novamente.

Muitos sistemas elétricos para estruturas maiores, como de prédios e instalações industriais, também têm um interruptor de desconexão. Neste caso, a chave pode ser usada para interromper o fornecimento de energia em caso de emergência, reduzindo a voltagem para alternar para outro modo de voltagem, e desligar o sistema para manutenção. Mais uma vez, os sistemas de bloqueio são fortemente recomendados quando se pretende cessar o fornecimento de eletricidade a um circuito em um momento inoportuno.

A construção e o design fazem a chave ser compacta, segura e altamente confiável, diminuindo a frequência de manutenção. Aliada a modernas técnicas de fabricação esta chave é feita de poliamida, tendo assim excelente resistência à tração, isolação para prevenir o arco voltaico entre as fases e suportam correntes de curto-circuito nas mais severas condições, sendo utilizada em painéis elétricos, máquinas e equipamentos e desenvolvida conforme normas internacionais IEC 60947-1 e 3.

Entre suas principais características, podemos destacar:

  • Proteção contra contatos dos dedos nas partes energizadas, evitando o “choque elétrico”
  • Todos os contatos são duplos auto limpantes, garantindo acionamentos mais seguros
  • Possibilidade de montagem em trilho DIN, fácil instalação
  • Diferentes opções de montagens, atendendo às mais diversas aplicações
  • Compactas – necessitam de pouco espaço para instalação
  • Possibilidade de adicionar contatos auxiliares em ambos os lados da chave – ideias para sistemas mais complexos

 

Aplicabilidade da chave seccionadora

As chaves seccionadas têm como sua principal função assegurar que na ocorrência de má distribuição de energia, o que pode gerar curtos circuitos ou grandes danos, a energia seja cortada com alto desempenho, minimizando os riscos.

Chave SeccionadoraAs chaves seccionadoras oferecem segurança também quando o sistema passa por manutenções, pois, ela permite a mudança da carga de energia ou até mesmo funcionando como um sistema de bloqueio que não permite a religação da energia de forma acidental, sendo intensamente recomendado esse modo de uso.

Possuindo diversos modelos, as chaves seccionadoras possuem ampla aplicação, podendo ser recomendadas para uso como chave geral, de manutenção, máquinas, painéis e quadros de distribuição, por ser compacta e demonstrar uma excelente isolação ela pode ser agregada a diversos opcionais garantindo um alto desempenho.

As chaves seccionadoras possuem ampla resistência, pois, alguns modelos são fabricados com poliéster e reforçada com fibra de vidro, com isolação total, sempre seguindo as normas técnicas, comprovando sua eficácia.

Para realizar manobras e proteção de circuitos trifásicos as chaves seccionadoras também possuem um modelo mais recomendado para essa aplicação, visto que oferece segurança e alta proteção durante a comutação ao operador e as proximidades, e são disponíveis em diversos tamanhos garantindo uma excelente operação para diversas áreas. As chaves seccionadoras atende as normas internacionais e possuem excelente campo visual dos fusíveis e coberta transparente, conferindo um bom trabalho e proporcionando alto desempenho.

 

Principais tipos de chaves seccionadoras

Viu só como a chave seccionadora pode ser fundamental para a sua empresa? Por isso, enfocando as características de operação, as chaves seccionadoras podem ser:

Chave seccionadora sem cargaChave Seccionadora

Cada fase é munida de um isolador para sustentação do contato fixo e outro para sustentação do braço de acionamento (varão), um eixo rotativo, que quando acionado através de uma alavanca manual, provoca o fechamento ou abertura simultânea das três facas (contatos móveis).

Esse tipo de seccionadora pode, também, ser dotada de fusíveis (fase a fase) que, quando queimado, interrompe a alimentação da respectiva fase, porém, sem provocar a abertura da seccionadora.

Chave faca unipolar

A operação de abertura e fechamento é realizada manualmente através de um bastão isolante, cada fase é acionada individualmente.

Chave fusível

Também conhecida como chave Mattews, executa tanto a função normal de comando sem carga, quanto a de proteção perante um curto-circuito, pela queima do fusível que, em condições normais, também faz a vez de contato móvel. A operação desta chave é idêntica à da chave faca unipolar.

Chave seccionadora sob carga

Também chamada de interruptor tripolar de média tensão, possui um dispositivo destinado a abrir e fechar um circuito sob carga. É projetada para ser instalada em ambiente abrigado.

O arco elétrico é dissipado dentro de uma câmara e os contatos são acionados com o auxílio de molas para acelerar a abertura e fechamento.

Esse tipo de seccionadora pode, também, operar com fusíveis (fase a fase) que, quando queimam, provocam o acionamento de um disparador (espoleta) que, por sua vez, aciona o dispositivo de abertura da chave, seccionando o circuito.

Scanner de área

Em linhas gerais, o scanner de área é ideal para grandes áreas ou áreas de formato complexo. As advertências programáveis e as zonas de segurança permitem fácil configuração e rápidas mudanças de configuração.

Graças à livre configuração dos campos de advertência e de proteção, bem como à adequação às particularidades da construção, eles podem ser integrados de modo ideal nas mais variadas aplicações. O scanner de segurança a laser é adequado principalmente para a proteção de áreas estacionárias.

Entre os benefícios, podemos citar:

  • grande ângulo de abertura com 275 graus
  • Integração simples à aplicação, graças à carcaça compacta e à configuração livre dos campos de proteção e de advertência
  • Display de operação integrado para obtenção direta de informações
  • Alta disponibilidade graças à robustez contra poeira
  • Montagem e instalação simples do scanner com o acessório adequado.

 

E como funciona o mecanismo de operação, bem como suas aplicações?

Podemos definir mecanismo de operação como sendo um subconjunto que possibilita a operação mecânica da seccionadora, quando das manobras de abertura e fechamento.

O mecanismo de operação das chaves seccionadoras possui, de forma geral, o mesmo princípio de funcionamento e pouca variação de detalhes construtivos em razão dos vários fabricantes.Chave Seccionadora

Em geral, as chaves seccionadoras de média tensão, possuem dispositivo de bloqueio dotado de fechaduras (bloqueio KIRK), que impede a operação do mecanismo e conseqüentemente a manobra da seccionadora, sem a necessária observância dos procedimentos de segurança.

Dessa forma, em instalações onde a chave seccionadora está localizada próxima do disjuntor (em geral de 3 a 5m) aplica-se usualmente a seccionadora seca, visto que o próprio disjuntor desempenha a função de proteção contra sobrecorrentes.

Nas instalações onde se dispõe o disjuntor distante da seccionadora (em geral acima de 5m), recomenda-se a utilização de seccionadoras com fusíveis para proteção, inclusive dos cabos condutores e, até mesmo, para melhoria da seletividade.

As chaves seccionadoras que operam sem carga são, em geral, dispostas entre disjuntores e para isolação dos circuitos. Utiliza-se, normalmente, a chave seccionadora sob carga em circuito de alimentação de transformadores de pequeno porte.

 

Existe manutenção para uma chave seccionadora?

Sim, existe!

Os intervalos entre inspeções e revisões de seccionadoras não devem ser tão longos, que coloquem em risco sua confiabilidade e nem tão curtos que redundem em despesas e trabalhos desnecessários.

Para se determinar os períodos das inspeções e revisões periódicas programadas, deve-se ter em vista as partes principais da seccionadora:

  • Estrutura;
  • Isoladores;
  • Contatos fixos e móveis;
  • Mecanismo de operação;
  • Bloqueio KIRK

Os períodos devem ser estabelecidos tendo-se em vista cada uma delas separadamente, isto é, os períodos das inspeções e revisões comumente adotados são principalmente das seguintes espécies: por tempo definido e pelo número de operações.

Vale lembrar, portanto, que eles são estabelecidos conforme as instruções do fabricante e a experiência adquirida pelo usuário da seccionadora. O período por tempo definido é aquele em que o intervalo de tempo entre as inspeções e revisões é dado em semanas, meses ou anos.

Os intervalos estabelecidos pelo número de manobras podem ser variáveis, uma vez que o número de operações, em geral, depende de fatores muitas vezes aleatórios. Independentemente do critério adotado, recomenda-se a intervenção técnica sempre que se verificar a ocorrência de curto-circuito